quinta-feira, julho 22

Cesarianas

«Most women who have had Caesarean sections can safely give birth the normal way later, studies have shown, but in recent years hospitals, doctors and insurers have been refusing to let them even try, insisting on repeat Caesareans instead. »
New Guidelines Seek to Reduce Repeat Caesareans, NYT, 22.07.10.
link

Portugal é dos países da UE com mais elevada taxa de partos por cesariana. Pese embora as cesarianas custarem, em média, o dobro de um parto normal, estamos longe de cumprir o objectivo proposto pelo PNS para o corrente ano.

clara gomes

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Magistral Estratega said...

Obviamente se seguíssemos a prática recomendada de situação de gravidez normal: parto assistido por enfermeiro especialista em saúde materna e obstétrica (vulgo parteira): parto normal... Tal não aconteceria

11:13 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home